sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Manual do Corno Manso

1. Manual Prático do CORNO MANSO Assumido http://donadecorno.com
2. Regra nº. 01
* Nunca force sua esposa a aceitar parceiros com quem ela não simpatizou e/ou não teve afinidade. Os homens, normalmente, metem em qualquer buraco que vêem pela frente; A mulher, porém, precisa de algo mais além do simples tesão. Há que rolar uma afinidade, uma atração diferente, que só ela saberá.
3. Regra nº. 02
* No dia-a-dia e em qualquer ocasião, cuide que sua mulher esteja sempre bem (e convenientemente) elegante e arrumada; E, sempre que possível, que ela esteja vestida de forma bem sensual, pois isto é muito importante para atrair, com mais eficiência, a atenção masculina alheia. Manter a mulher sempre gostosa e provocante, é um dever de todo corno manso que se preza.
4. Regra nº. 03
* Quando sua mulher for dar para outro, certifique-se de que ela está usando uma boa e sensual lingerie e que ela está totalmente elegante e cheirosa. Ajude a depilá-la, se necessário.
5. Regra nº. 04
* Quando forem encontrar um novo parceiro num bar ou restaurante, ainda que seja somente para prévia avaliação e conferir afinidades, procure participar ativamente da conversa. Lembre-se de que, também neste instante, VOCÊ é o macho e o protetor dela. Só depois que a coisa engrenar entre ela e o novo Comedor é que você pode, se quiser, assumir um papel secundário.
6. Regra nº. 05
* Lembre-se: Há várias formas de se exercer a nobre, mui relevante e inigualável função de corno manso e não existe um tipo certo e/ou um tipo errado para isso, pois tudo depende da fantasia de cada casal, em particular, valendo o gosto de ambos e o limite e o desejo de cada um. Nada deve ser forçado.
7. Regra nº. 06
* Existem vários tipos de corno manso:
* Há aquele que gosta de ser humilhado; Há aquele que participa ativamente, de tudo; Há aquele que só gosta de observar; Há aquele que fica esperando em casa, etc, etc, etc...
* Procure saber em qual tipo você se enquadra e exija que o Comedor respeite a sua opção.
8. Regra nº. 07
* Qualquer que seja o tipo de corno, em que você se enquadre, lembre-se de sempre dar suporte à sua esposa. Ela precisa ter a certeza de que está agindo em nome do prazer do casal. Algumas delas sentem uma certa insegurança diante de um outro homem desconhecido. Faça-a perceber que você está ali para protegê-la, se for o caso.
9. Regra nº. 08
* Por mais que seja uma fantasia mútua do casal, no ménage-a-trois masculino, a figura central e mais importante, é a esposa. É ela quem deve ter todas as suas vontades satisfeitas. Não constranja sua esposa, deixe-a à vontade, incentive-a, apóie-a e faça tudo do jeito que ela quiser. Assim, fica mais gostoso!!!
10. Regra nº. 09
* Todo corno manso de respeito, tem o direito de ter muito prazer em exibir a esposa para os outros machos, seja ao vivo ou seja pela Internet. Inclusive porque, todo Comedor têm todo o direito de examinar antes, o material que vai comer.
11. Regra nº. 10
* Quando o casal receber propostas de candidatos a Comedor (desde que elas estejam redigidas de acordo com as normas do casal, com fotos, etc...), o corno manso deve ajudar a esposa a responder, nem que seja para descartar. As que vem, com meia dúzia de palavras, sem as fotos exigidas, sem os dados pedidos ou com grosserias podem ser descartadas de plano e não necessitam resposta alguma.
12. Regra nº. 11
* Para a segurança de todos: Se a esposa for sair sozinha com um novo Comedor, certifique-se bem quem é o sujeito, se é confiável, quais são as referências dele, se não vai trazer problemas, se realmente não há a menor sombra de dúvida, etc, etc... Vale a regra: Na dúvida, nunca ultrapasse.
13. Regra nº. 12
* E, se ela for sair sozinha com o Comedor, recomende a ela que volte para casa sem tomar banho, pois é função precípua do corno manso, limpar a mulher com a própria língua. E, se o Comedor sabe da existência do corno manso e que ele aprova a transa, então não deve ficar questionando, se a mulher for embora sem tomar banho, pois ela também sente prazer de ver seu corninho, faxinando a “bagunça” com a língua.
14. Regra nº. 14
* É dever de todo corno manso que se preza e que participa do ménage, buscar facilitar as penetrações do Comedor, segurando as pernas da esposinha, amparando-a, ajudando e, se for o caso, abrindo a bundinha dela para o outro meter, lubrificando o bem cuzinho dela para o anal, guiando o pau do Comedor para dentro dela, etc... Enfim, cumprindo ativamente seu papel de corno manso.
15. Regra nº. 15
* É direito de todo casal, caso o Comedor voluntariamente concorde, que o corno manso fotografe ou filme, para depois guardar como uma recordação e com todo o carinho, o “ménage-a-trois” em que a esposa é devidamente fodida. O Comedor deve compreender que ele só terá cópia das fotos ou do filme, se o casal concordar com isso.
16. Regra nº. 16
* Lembre-se: Ser corno manso é uma questão de status. Não é corno manso quem quer. Só é corno manso quem pode. Ser corno manso significa que você tem uma mulher desejada por todos os outros. Quem é casado com baranga não tem a menor condição de ser corno, nem mesmo manso. Portanto, orgulhe-se muito de sua galhada. Cada chifre é como uma medalha.
17. Regra nº. 17
* O casal, o Comedor e o corno manso, sempre tem que se lembrar que: No “ménage-a-trois”, nada é proibido, tudo é permitido, mas nada é obrigatório . Tudo tem que ser muito bem conversado e combinado antes . Se na hora “dos fatos” surgir alguma dúvida, aquela prática deve ser adiada para uma ocasião posterior, isto se vier a ser, posteriormente, aprovada por todos.
18. Regra nº. 18
* É dever de todo corno manso, nunca deixar faltar amor para a esposa. O corno manso deve ser compreensivo, calmo, tolerante, afetuoso, amoroso e gentil com ela. Sempre protegê-la e ser cúmplice dela.
19. Regra nº. 19
* Todo corno manso deve procurar ser solidário com os seus outros colegas também cornos mansos. Deve dividir suas experiências com eles. Inclusive, habituar-se a dar referência de bons Comedores. Informar “armadilhas”, relatar velhos e novos golpes que tiver conhecimento, etc...
20. Regra nº. 20
* É psicologicamente comprovado que boa parte dos cornos mansos já assumidos e praticantes, é composta por homens que têm tendências bissexuais, conscientes ou inconscientes, assumidas ou não, mais fortes ou menos fortes. Assim o corno manso não deve se sentir menos homem por causa disso. E, se a sua esposa e o Comedor previamente concordarem, deve tirar o máximo proveito das coisas, sem qualquer sentimento de culpa, por algo mais.
21. Regra nº. 21
* É comum, também, que algum Comedor, acabe desejando e até mesmo tome a iniciativa de buscar algum tipo de contato bissexual para com o corno manso; Assim, caso o corno manso já conheça e aceite a sua própria bissexualidade, ele deve incentivar, somente se houver prévio apoio da parte de sua esposa, as investidas do Comedor, carente de bissexualidade.
22. Regra nº. 22
* Já foi comprovado, também, que, com bastante freqüência, Comedores sentem vontade de vir a desfrutar os infinitos prazeres da condição de corno manso; Por isso, o corno manso não deve estranhar (e deve até dar todo o apoio possível...), caso o Comedor, queira evoluir para a condição de, também, passar a ser um novo corno manso. Deve até mesmo, buscar fazer as “honras da casa”, ao novato na prática da Mansidão.
23. Regra nº. 23
* O fato de ser um feliz corno manso, não obriga o titular de tão honrosa posição social, a aceitar, passivamente, todo tipo de conduta da parte de Comedores (e até de terceiros...): Assim, tanto o Manso, quanto o casal, podem recusar ou aceitar drogas e seu porte e uso, estimulantes, cigarros, vexames, porres, escândalos e excessos. O prazer é a regra. Ser discreto é a condição. E a cautela é uma obrigação de todo o trio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário